Jostein Gaarder

Escritor norueguês, Jostein Gaarder nasceu em 1952, na cidade de Oslo. Filho do presidente do conselho diretivo de uma escola e de uma professora, também escritora de livros para crianças, estudou na Katredalskole da sua cidade natal. Concluído o ensino secundário, ingressou na Universidade de Oslo, onde estudou Teologia e Línguas Escandinavas.
Casou-se em 1974 e começou então a escrever, colaborando na feitura de manuais escolares de Filosofia e Teologia. Em 1981 mudou-se para a cidade portuária de Bergen, onde passou a ocupar a posição de professor de Filosofia numa escola secundária.
Em 1986 publicou a sua primeira obra de ficção, uma recolha de contos intitulada Diagnosen og Andre Noveller. Seguiram-se dois livros para crianças, Barna Fra Sukhavati (1987) e Froskeslottet (1998). No ano de 1990 apareceu Kabalmysteriet, obra narrada por Hans Thomas, um jovem de doze anos de idade, e que venceu dois prémios literários, um atribuído pelo Ministério dos Assuntos Culturais e Científicos norueguês, e o outro pelo Núcleo de Críticos Literários do mesmo país.
Jostein Gaarder consagrou-se como escritor a nível internacional quando, em 1991, publicou Sofies Verden (O Mundo de Sofia), obra que veio a constituir um enorme sucesso, acabando por ser traduzida para cerca de meia centena de idiomas. No fundo um manual escolar escrito sob a forma de romance, Sofies Verden descreve a viagem intelectual de Sofie Amundsen, uma jovem de catorze anos. Quando lhe depositam um papelinho na caixa do correio contendo duas perguntas, "Quem és tu?" e "De onde vem o mundo?", Sofie deixa-se guiar pelo enigmático Alberto Knox, numa aventura que a leva à Grécia Antiga e ao Big Bang.
O sucesso da obra permitiu a Gaarder dedicar-se à escrita a tempo inteiro, pelo que continuou a publicar as suas obras, entre as quais se destacam Julemysteriet (1992), I Et Speil, I En Gåte (1993), Vita Brevis (1996, A Vida é Breve) e Sirkusdireltørens Datter (2002). Também lhe permitiu a criação, em 1997, da Fundação Sofia, com o intuito de promover o Ambiente. A fundação atribui anualmente o Prémio Sofia, a indivíduos ou organizações que se tenham destacado na investigação de meios alternativos ao desenvolvimento poluente e insustentável.
Como referenciar: Jostein Gaarder in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 03:44:23]. Disponível na Internet: