Joviano

Imperador romano (331 d. C.-364 d. C.), reinou entre 363 e 364. Pertencia à Casa de Constantino. Conseguiu uma paz com os Persas, embora os Romanos se tenham sentido humilhados com o acordo.
Nasceu em Belgrado em 331, sendo filho de um general romano. Flávio Joviano tomou parte nas campanhas persas de Juliano, o Apóstata, como oficial de estado-maior. Quando Juliano foi morto a norte de Ctesifonte, junto ao Tigre, os generais estavam profundamente divididos e em desavenças políticas entre si, pelo que uma parte do exército acabou por proclamar Joviano como imperador. A aposta parece que resultou, pois Joviano acabou por conseguir salvar as legiões do desastre, com o preço de uma paz com os Persas, que foi, no entanto, humilhante para Roma, mas a única via possível para se salvarem milhares de soldados e a região oriental do Império. Joviano, pouco tempo depois, em 17 de fevereiro de 364, numa viagem para Constantinopla, morreu acidentalmente vítima de envenenamento por exalação de óxido de carbono.
Como referenciar: Joviano in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 19:16:09]. Disponível na Internet: