Kaarlo Bergbom

Dramaturgo e crítico literário finlandês pertencente à minoria de expressão sueca, Kaarlo Bergbom nasceu a 2 de outubro de 1843, em Viipuri. Era filho de um senador. A família contava com as amizades de personalidades como o filósofo e político J.V. Snellman, e mudou-se, nos finais da década de 40, para Helsínquia.
Bergbom obteve o seu diploma aos dezanove anos, em 1863, e escreveu a sua primeira peça de teatro em sueco, Pombal Och Jesuiterna (1863), que tinha como cenário Portugal na altura da expulsão dos monges da Companhia de Jesus pelo Marquês de Pombal. Em 1965 co-fundou a revista Kirjallinen Kuukausilehti, onde publicou as suas críticas literárias e os seus contos Julian (1867), Aarnihauta (1868) e Sydämiä Ihmistelmeessä (1869). Em 1871 viajou pela Alemanha, na época centro de influência na cultura finlandesa.
Em 1869 o Teatro Nacional finlandês havia sido inaugurado, com a encenação da peça Lea da autoria de Aleksis Kivi, que Bergbom descobriu e que se tornou o escritor nacional finlandês. O Teatro Nacional tornou-se um estabelecimento permanente em 1872. Nesse mesmo ano, Bergbom publicou um artigo na revista Morgonbladet, no qual afirmava as suas ideias para a manutenção de um teatro nacional de língua finlandesa. Foi pouco depois nomeado diretor do mesmo, ocupando o cargo durante os trinta e três anos seguintes. A companhia fez várias digressões pelo país, antes de se fixar definitivamente em Helsínquia, num edifício expressamente construído para o efeito, em 1902, e que coroou os esforços de Bergbom e de toda a trupe.
Viajou incansavelmente pela Europa, não só em busca de novas correntes no teatro, como também procurando restabelecer a sua saúde precária. Em 1903 foi vítima de uma apoplexia em Génova, conseguindo, no entanto, recuperar na temporada seguinte. Com a morte da sua irmã, que o auxiliou bastante nas tarefas de gestão do edifício, ocorrida em setembro de 1905, Bergbom pôs fim à sua carreira. Faleceu quatro meses mais tarde, em Helsínquia, a 17 de janeiro de 1906. É tido como o pai do teatro finlandês.
Como referenciar: Kaarlo Bergbom in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-20 11:58:36]. Disponível na Internet: