katharevousa

Língua grega concebida no século XIX por Adamantios Korais, posteriormente à criação do Estado grego em 1832.
Pretendia-se assim atenuar as rivalidades linguísticas entre os que preferiam o grego antigo e os mais inclinados para a demótica, ou língua vulgar, que dominava a linguagem oral e que, segundo os primeiros, estava pejada de termos estrangeiros - europeus e turcos - e de construções demasiado simplificadas. A katharevousa, ou língua grega "purificada", foi criada com o intuito de retirar do grego esses estrangeirismos, tornando-o mais perfeito e, consequentemente, mais próximo do grego da Antiguidade. A influência desta língua fez-se notar mais tarde, em alguns aspetos, na demótica.
Era a língua utilizada principalmente em textos escritos oficiais e não oficiais. Por exemplo, Alexandros Papadiamantis, um célebre escritor grego de finais do século XIX e princípios do XX, escreveu as suas obras em katharevousa.
A demótica tornou-se a língua oficial grega em 1976, substituindo a katharevousa.
Como referenciar: katharevousa in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 04:42:46]. Disponível na Internet: