Kathleen Turner

Atriz norte-americana, Mary Kathleen Turner nasceu em Springfield a 19 de junho de 1954. Filha de um diplomata, passou a infância acompanhando os pais pelo Canadá, Venezuela e Inglaterra. Após a morte do pai, em 1971, regressou aos Estados Unidos, entrando para a Universidade do Missouri. Foi na faculdade que se apaixonou pelo teatro, representando em grupos universitários, ao mesmo tempo que se tornou uma exímia ginasta. A sua estreia como atriz profissional foi num teatro de Baltimore, na peça Gemini (1975). Em 1978, instalou-se em Los Angeles, tendo conseguido um papel relevante na telenovela The Doctors (1978-79). A sua estreia cinematográfica não podia ter sido melhor: Body Heat (Noites Escaldantes, 1981) tornou-a numa das mais célebres femmes fatales do cinema, tendo protagonizado tórridas cenas de amor ao lado de William Hurt. Tentou repetir essa imagem nos filmes seguintes mas The Man With Two Brains (O Homem dos Dois Cérebros, 1983), A Breed Apart (O Guardião, 1984) e Crimes of Passion (As Noites de China Blue, 1984) revelaram-se autênticos desastres comerciais. Aconselhada pelo seu agente a aceitar um tipo diferente de personagens, aceitou o convite de Michael Douglas para protagonizar o filme de aventuras Romancing the Stone (Em Busca da Esmeralda Perdida, 1985). O filme foi um sucesso e tornou Turner numa das atrizes mais bem pagas do mainstream de Hollywood. Prizzi's Honor (A Honra dos Padrinhos, 1985) revelou todas as suas potencialidades dramáticas, representando uma assassina profissional da Mafia. Voltou a fazer par com Douglas em The Jewel of the Nile (A Joia do Nilo, 1985) antes de ter sido nomeada para o Óscar de Melhor Atriz por Peggy Sue Got Married (Peggy Sue Casou-se, 1986). Neste filme de Francis Ford Coppola, representou o papel de uma mulher de meia-idade a braços com uma crise marital que viaja no tempo até ao seu baile de finalistas. De seguida, rodou Switching Channels (Linhas Trocadas, 1988) e The Accidental Tourist (O Turista Acidental, 1988), antes de ter emprestado a sua sensual voz à personagem de animação Jessica Rabbit em Who Frammed Roger Rabbit? (Quem Tramou Roger Rabbit?, 1988). Teve uma boa prestação em The War of the Roses (A Guerra das Rosas, 1989), mas a sua carreira ressentiu-se do tremendo fracasso de bilheteira que foi V.I. Warshawski (Detective de Saltos Altos, 1991). Brilhou na Broadway em 1993 na reprise de Gata em Telhado de Zinco Quente, mas a sua carreira cinematográfica na década de 90 foi-se eclipsando devido à acumulação de fiascos de bilheteira. A exceção foi The Virgin Suicides (As Virgens Suicidas, 1999), onde personificou uma rígida e conservadora mãe de família. Em 2002, voltou à Broadway, para interpretar o papel de Mrs. Robinson na peça The Graduate.
Como referenciar: Kathleen Turner in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 08:35:48]. Disponível na Internet: