King's College

O King's College, em Cambridge, é um dos dezanove colégios da Universidade de Cambridge, já reconhecida como centro de estudos no início do século XIII. Apagada pela Universidade de Oxford, esta instituição só virá a destacar-se no século XVI. O King's College, fundado em 1441, admitia apenas estudantes masculinos.
A sua planta obedece ao esquema que normalmente se usava na planificação de uma instituição deste género: blocos de habitações para estudantes em volta de um pátio. Usam as igrejas construídas para suas próprias capelas e conjugam as construções seculares com as religiosas.
De todo o conjunto arquitetónico, destaca-se a capela do King's College, por constituir o exemplo mais importante do estilo perpendicular na Inglaterra. A sua construção iniciou-se em 1446, sob o reinado de Henrique VI e terminou, apenas, em 1515. Este estilo foi primeiramente utilizado em Gloucester em 1330, mas só posteriormente atinge o auge sob a dinastia Tudor.
Nesta capela é notável o seu desenvolvimento na traçaria dos tetos de abóbadas de leque que resultam num magnífico interior. Pode considerar-se um dos exemplos mais acabados do estilo perpendicular na Inglaterra, marcado pela grande extensão de vitrais que cobrem as paredes em apainelados verticais desde o chão até ao teto. Embora simples na sua planta, é notável pela profusão decorativa que apresenta principalmente ao nível dos vitrais da abóbada, para além de outros pequenos pormenores de ornamentação. A capela do King's College constituiu uma excelente resposta à necessidade de luz nos edifícios.
Como referenciar: Porto Editora – King's College na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 09:23:37]. Disponível em