Koweit (cidade)


Aspetos Geográficos
Capital do Koweit (ou Kuwait), a cidade homónima situa-se na província de Al-Asimah, na entrada sul da baía do Koweit, constituindo também um porto. Tem uma população de aproximadamente 1 675 000 habitantes (2005).

História e Monumentos Edificada no local de um forte português do século XVI, começou por ser uma localidade integrante de um protetorado britânico, época em que foram construídos muitos edifícios ao estilo colonial. No início da década de 60, a cidade resumia-se a uma rua principal e a poucos milhares de pessoas que viviam na orla do deserto. Nas duas décadas seguintes, porém, tornou-se uma cidade próspera e desenvolvida, tendo sido planeada com ruas que se dirigiam para o exterior a partir do centro. Em 1990, a cidade foi invadida pelo Iraque que a renomeou Al Kadhima (um nome antigo do local) e tentou apagar a sua identidade. Durante a invasão, a cidade foi bombardeada e sofreu diversos danos, mas rapidamente os iraquianos foram expulsos por forças norte-americanas durante a Guerra do Golfo. De volta ao seu nome e à sua vida normal, a cidade recompôs-se rapidamente e tornou-se mais próspera e moderna do que nunca. Entre os seus principais monumentos destacam-se o Palácio Seif (a sede do emir), construído em 1896, e as Torres do Koweit (construídas em 1979), verdadeiro símbolo da cidade onde existem restaurantes, um jardim interior e um observatório.

Aspetos Turísticos e Curiosidades
Conhecida no país simplesmente como "a cidade", trata-se de uma cidade bastante moderna, composta por torres de escritórios, hotéis de luxo, avenidas largas e bem mantidos parques e jardins. Apesar disso, apenas os verdadeiros Koweitianos usufruem dos altos padrões de vida locais, já que os habitantes de segunda geração e os trabalhadores imigrantes não vivem desafogados. É possível explorar os locais históricos e culturais em pouco tempo, uma vez que se situam próximos uns dos outros. A Praça Safat corresponde ao centro da cidade, que resulta numa mistura de traços árabes com os sinais evidentes de uma acentuada modernização. Entre os seus museus, destacam-se o Museu de História Natural e o Museu do Koweit. Todos os edifícios governamentais possuem uma arquitetura impressionante.

Economia
Na cidade fabricam-se materiais de construção e produtos químicos, existindo também uma grande indústria de pesca. Mas a exploração e exportação de petróleo domina toda a economia da cidade e do país com o mesmo nome. A partir dela, o Koweit tornou-se também um importante centro financeiro e comercial. A cidade concentra a maior parte dos serviços governamentais, assim como os mais importantes bancos e empresas do país. A sua pujante economia foi também responsável pelo incremento da construção, nomeadamente de muitos hotéis. É servida pelo aeroporto internacional do Koweit e também pelos portos de Shuwaik e de Ahmadi.
Como referenciar: Koweit (cidade) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 16:57:59]. Disponível na Internet: