Krizia

Estilista italiana nascida em 1935, em Bergamo, Itália. Krizia foi o nome escolhido por Mariuccia Mandelli para se lançar no mundo da moda. Mariuccia foi buscar o nome Krizia (na obra Crizia) a um diálogo incompleto de Platão sobre a vaidade feminina. Em criança Krizia gostava de fazer vestidos para as suas bonecas e, em 1954, com 19 anos, abdicou de uma carreira como professora para se dedicar à criação de roupas. Mudou-se com uma amiga, Flora Dolci, para Milão, onde alugaram dois quartos e aí montaram um estúdio e um atelier de moda. As primeiras peças criadas com o nome Krizia foram saias, mas logo se seguiram os vestidos, todos dentro de um estilo fresco. No entanto, a aceitação do público não foi imediata e tornou-se difícil obter empréstimos nos bancos para fazer avançar o negócio. No entanto, o sucesso acabou por chegar com naturalidade. Em 1957, mostrou, numa feira de moda em Samia, pela primeira vez as suas criações em público, com a particularidade da maioria dos vestido trazer estampados desenhos de peças de fruta. Em 1964, em Florença, mostrou finalmente o seu trabalho numa passerelle e apostou numa coleção essencialmente a preto e branco, que lhe valeu o prémio da crítica para uma estreante. Sete anos mais tarde, conquistou o prémio "Tiberio d'Oro" graças à aposta em calções curtos, numa época em que toda a agente usava roupa comprida. Pontos comuns às criações de Krizia, que por norma vão contra a corrente dominante, eram o perfeccionismo e a sofisticação das peças. As suas criações, mantendo sempre um toque feminino, adaptavam-se a qualquer estilo e situação. Ao longo dos anos, procurou sempre novos materiais para trabalhar, mas recorrendo constantemente aos plissados. Outra particularidade constante no trabalho de Krizia é a de associar um animal a cada coleção que apresenta, tendo começado com uma ovelha, seguindo-se um gato, uma raposa, um urso polar e muitos outros, a maioria deles selvagens e ferozes. Mas Krizia, depois de se ter imposto no mundo da moda, não se limitou à criação de vestuário e resolveu fundar, em 1985, um espaço em Milão onde outros estilistas pudessem mostrar o trabalho. Trata-se do Spazio Krizia, onde se realizam desfiles de moda e outras manifestações culturais. Para além de se ter dedicado também à confeção de roupa para homem e criança, a marca Krizia, dirigida por Mariuccia e o seu marido, produz acessórios, perfumes, bijuteria, peles, malhas, vinhos, champanhes e azulejos.
Como referenciar: Krizia in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-11 02:11:22]. Disponível na Internet: