Lago Vitória

Lago da África Oriental. Situado entre a Tanzânia, o Uganda e o Quénia, que o partilham, é o maior do continente africano e um dos mais extensos do mundo, com uma área de 69 500 km2. Ocupa parte da Meseta, a 1134 metros de altitude, entre o vale do rifte ocidental e o vale do rifte oriental, na sua zona equatorial.
Só ultrapassado em extensão pelo lago Superior, na América do Norte, possui forma retangular, com um comprimento de 340 quilómetros, uma largura máxima de 240 quilómetros, mas a sua profundidade não ultrapassa 80 metros.
Os seus principais tributários são o Kagera e o Katonga, no setor ocidental; tem como único emissário o Nilo, no setor setentrional, que sai do lago junto à cidade ugandesa de Jinja, situada na margem norte. Na sua zona litoral, densamente povoada e com mais de 3000 quilómetros de costa, localizam-se importantes núcleos urbanos e portuários: Entebe, no Uganda; Kisumu, no Quénia; Mwanza, na Tanzânia. É utilizado intensamente para o tráfico, a pesca e o turismo e possui numerosas ilhas e arquipélagos. Carreiras de barcos ligam as cidades e os países das margens do lago. Este lago foi descoberto e batizado em 1858 pelo explorador britânico John Speke.
O lago fornece energia hidroelétrica desde a construção, em 1954, da barragem das cataratas de Owen no curso do Nilo. A barragem cobriu as cataratas, que tinham cerca de 20 metros de altura.
A pesca com explosivos e venenos e a praga dos jacintos-de-água têm contribuído para a forte poluição das suas águas.
Como referenciar: Lago Vitória in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-24 01:14:28]. Disponível na Internet: