largura de banda

A largura de banda, também conhecida por banda de frequência, consiste na gama de frequências para além da qual um sinal de rádio, de frequência específica, é transmitido.
Existem diversas larguras de banda: frequência extrabaixa (ELF), frequência muito baixa (VLF), frequência baixa (LF), frequência média (MF), frequência alta (HF), frequência muito alta (VHF), frequência ultra-alta (UHF) e frequência de micro-ondas.
As ELF são as únicas capazes de penetrar em profundidade no mar. São, por este motivo, usadas na comunicação com submarinos. As LF, MF e HF são ondas menos energéticas que se deslocam facilmente e a maiores distâncias. Podem chegar a dar a volta completa à Terra, mudando de direção quando colidem com o solo ou com a ionosfera. São usadas nas rádios nacionais.
As VHF possuem um alcance muito pequeno. Propagam-se em linha reta e ao nível do solo, o seu raio de ação é apenas de algumas dezenas de metros, por causa dos obstáculos e da curvatura da Terra. Mesmo com esta desvantagem são extremamente úteis na transmissão de sons com alta qualidade (hi-fi). As ondas que transportam as imagens de televisão, ainda mais curtas, possuem as mesmas limitações.
As UHF e micro-ondas são muito úteis porque passam através da ionosfera, efetuando a ligação aos satélites. Tem, pois, interesse para a comunicação com veículos espaciais, bem como para a radioastronomia. As ligações telefónicas intercontinentais são realizadas por micro-ondas. Por possuírem comprimentos de onda muito pequenos, necessitam de antenas muito menores que as outras ondas de rádio.

Como referenciar: largura de banda in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-02 07:44:31]. Disponível na Internet: