laticíferos

Células ou grupo de células vegetais especializadas na produção de látex.
Os laticíferos surgem como células isoladas – laticíferos simples ou não-articulados - ou agrupadas em estruturas tubulares - laticíferos compostos ou articulados. Encontram-se em vários tecidos e órgãos das plantas, especialmente nos estames e folhas.
O látex produzido nos laticíferos é formado por uma grande variedade de compostos orgânicos e inorgânicos (por ex.: hidratos de carbono, ácidos orgânicos, alcaloides, terpenos e enzimas). É um fluído mais ou menos opaco, de aspeto leitoso (ex.: género Euphorbia), incolor (por ex.: algumas espécies do género Morus), ou colorido, geralmente amarelado, alaranjado ou avermelhado (por ex.: plantas do género Cannabis). O látex é importante para a planta se defender dos animais, nomeadamente dos herbívoros.
Os laticíferos encontram-se em muitas famílias de plantas.
Se os conteúdos dos laticíferos estão sujeitos a alta pressão o látex escorre lentamente para a superfície das plantas. É o que acontece nas plantas dos géneros Euphorbia e Taraxacum.
Os humanos utilizam de várias maneiras o látex. Por exemplo: o ópio, a morfina e a codeína são extraídos do látex da Papaver somniferum (papoila-do-ópio); o látex da Hevea brasiliensis (árvore-da-borracha ou seringueira) e da Ficus elastica (árvore-da-borracha ou borracheira) é utilizado para o fabrico de borracha natural; o látex de outras plantas contém partículas semelhantes à borracha; a guta-percha, que é utilizada para fazer bolas de golfe, é extraída do látex de plantas do género Palaquium.
Como referenciar: laticíferos in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-26 15:12:16]. Disponível na Internet: