lei seca

Lei norte-americana de 1919 (18.a Emenda) que proibia a produção, venda e consumo de bebidas alcoólicas, e ficou conhecida como prohibition dirge. O movimento contra o álcool começou na segunda metade do século XIX. O primeiro estado a decretar uma lei proibitiva foi o de Maine, mas depressa outros lhe seguiram o exemplo. Surgiram também várias comissões Anti-Sallon e padres que se opunham ao consumo de bebidas alcoólicas. O facto de se terem provado os efeitos nefastos do álcool durante a Primeira Grande Guerra levou à aprovação da Lei Seca. O Wolstead Act, aprovado em 1919, reforçava a 18. a Emenda e considerava como bebidas tóxicas aquelas que possuíam mais de 0,5% de álcool. Esta proibição fez com que se difundissem as destilarias caseiras, os bares clandestinos e as organizações criminosas, apesar da pressão exercida pelas autoridades policiais, e enriqueceu gangsters, como Al Capone. Em 1933 a 21. a Emenda substituiu a lei anterior, tornando-se a proibição uma questão de opção de cada estado. Os estados "secos" só deixam de o ser nos anos 60.
Como referenciar: lei seca in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 05:08:40]. Disponível na Internet: