Leif Eriksson

Navegador e explorador islandês, que terá nascido por volta de 975 e falecido em 1020, é considerado por alguns historiadores como o descobridor da América do Norte, onde chegou por mar no ano 1000.
Leif era filho do norueguês Erik, "o Vermelho", responsável pelo povoamento da Gronelândia, por volta de 985.
Aos oito anos, respeitando a tradição viking, Leif Eriksson saiu de casa e foi viver com um homem chamado Thyrker, um alemão que havia sido capturado por Erik e levado para a Islândia. Thirker foi o tutor de Leif, que passava muito tempo no porto para ouvir as histórias dos navegadores. Aos doze anos Leif regressou para casa do pai, com quem acabou por viajar para a Gronelândia. Durante a viagem marítima Leif aprendeu a navegar. Pouco antes do ano 1000 Leif terá navegado da Gronelândia para Noruega, onde foi convertido ao cristianismo pelo rei Olaf I. Este acabou por lhe ordenar que regressasse à Gronelândia para combater, em nome do cristianismo, os vikings que lá se tinham instalado. De regresso desta viagem, o barco de Leif terá perdido o rumo e encontrou o noroeste da América, uma terra, bastante fértil, arborizada e com muitas vinhas. Por isso, Leif Eriksson chamou-lhe Vinland, a terra do vinho, e lá terá estabelecido contacto com os índios locais.
Uma outra versão da história, mais antiga e mais credível segundo os historiadores modernos, conta que Leif Eriksson terá chegado ao continente americano pouco depois do ano 1000, após ter comprado um barco ao navegador e comerciante islandês Bjarni Herjólfsson, que já teria estado perto da América. O próprio Bjarni disse a Leif como poderia chegar a essa terra desconhecida, que ele avistara depois do seu barco ter sido desviado por uma tempestade. Leif Eriksson e os seus companheiros de viagem terão permanecido na terra entretanto batizada de Vinland durante mais de um ano, antes de regressarem à Gronelândia para incentivar a população a viajar para Vinland. No entanto, devido à morte do pai, Leif acabou por emprestar a sua embarcação ao irmão Thorvald para ser este a viajar rumo a Vinland, onde terá sido morto por índios americanos. Uma colónia esteve estabelecida até 1012, ano em que houve um massacre perpetrado pelos índios. Vestígios dessa povoação foram encontrados em 1962.
Leif Eriksson terá morrido por volta de 1020, sem ter regressado à América.
Em 1964, o presidente norte-americano Lyndon B. Johnson proclamou 9 de outubro como Dia Leif Eriksson de forma a comemorar a chegada do primeiro europeu à América do Norte.
Como referenciar: Leif Eriksson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-17 00:27:39]. Disponível na Internet: