leis de Newton

As leis de Newton, como o próprio nome indica, foram publicadas pelo físico e matemático britânico Isaac Newton (1642-1727), no século XVII, no seu livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (vulgarmente conhecido por Principia). Estas leis consistem num conjunto de três leis sobre o movimento, baseadas em estudos experimentais de corpos em movimento, e são a base da mecânica. São leis fundamentais da natureza que não podem ser deduzidas ou provadas a partir de qualquer outro princípio.
As três leis são: primeira: Todo o corpo permanece no seu estado de repouso ou de movimento retilíneo e uniforme, desde que forças externas não atuem sobre ele (lei da inércia da Galileu); segunda: A variação do movimento é proporcional à ação das forças que o movem e produz-se na direção da força que atua. A expressão matemática que traduz esta lei é: F = m x a, onde F é força exterior aplicada, m a massa do corpo e a a aceleração adquirida por este. Esta lei é também conhecida como lei fundamental da dinâmica; terceira: A ação é sempre igual à reação, ou a ação de dois corpos, um sobre o outro, é constantemente igual mas de sentidos opostos, isto é para cada ação existe uma reação igual e oposta.
Como referenciar: leis de Newton in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-01-25 05:51:49]. Disponível na Internet: