Artigos de apoio

Lenda da Serra do Nó

No tempo em que os mouros dominavam parte da península ibérica, vivia um chefe mouro, Abakir, na região de Viana do Castelo.

Abakir morava num castelo, mesmo no topo da serra do Nó, tinha fama de conquistador de terras e de mulheres e era dos mais ricos do mundo, segundo se dizia.
Um dia, quando regressava a casa após mais uma batalha bem-sucedida, Abakir viu uma linda pastora por quem se apaixonou imediatamente. Mandou que a trouxessem à sua presença e disse-lhe que queria que ela ficasse ali a viver com ele para sempre.

Conhecendo a reputação de Abakir, a jovem pastora recusou a oferta. Enfurecido, Abakir mandou prender a pastora na torre do castelo até que lhe pedisse perdão por ter ousado afrontá-lo.

Como ela nunca o fez, Abakir ofereceu-lhe o seu amor incondicional. Então, a pastora impôs-lhe uma condição: afastar-se de outras mulheres e só ter olhos para ela. Abakir aceitou a imposição.

Viveram felizes até que um dia a ameaça dos exércitos cristãos se fez sentir e Abakir aconselhou os seus súbditos a fugir, tendo ficado sozinho com a sua pastora no castelo.

Quando se ouviam já os gritos de vitória dos cristãos, Abakir abraçou a sua amada, pegou no Corão, sussurrou umas palavras misteriosas e fez um sinal mágico com a mão. Quando os cristãos chegaram à Serra do Nó, o castelo tinha desaparecido.

Segundo conta a lenda, quem conseguir descobrir a entrada do castelo encantado através de uma gruta ficará possuidor de maravilhosas riquezas!

Abakir e a pastora ainda podem ser vistos em noites de luar, vagueando pela serra, aparecendo àqueles que ousam tentar descobrir o mistério do castelo encantado...
Como referenciar: Lenda da Serra do Nó in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-04-25 13:35:46]. Disponível na Internet: