Leni Riefenstahl

Atriz e realizadora alemã nascida a 22 de agosto de 1902 e falecida a 9 de setembro de 2003. Iniciou a sua carreira como bailarina em inícios da década de 20, tendo participado em diversos espetáculos musicais. Estreou-se como atriz em cinema com Tragödie im Hause Habsburg (1924), a que se seguiram diversos outros que fizeram dela uma estrela nacional.

Em 1932, decidiu tentar a realização, iniciando essa nova faceta da sua carreira com Das Blaue Licht (A Luz Azul, 1932). O filme impressionou de tal maneira Adolf Hitler que este decidiu nomeá-la como cineasta oficial do Partido Nazi.
Um marco na sua carreira foi Triumph des Willens (O Triunfo da Vontade, 1934), um documentário sobre os comícios nazis em Nuremberga. Considerado como um meio de propaganda oficial do regime nazi, foi ostracizado em diversos certames internacionais. Seguiu-se Olympia (1936), um documentário sobre os Jogos Olímpicos de Berlim.

Após a Segunda Grande Guerra, o seu trabalho esteve na lista negra dos Aliados até 1954, ano em que se estreou Tiefland, filmado em 1943 com recurso a figurantes ciganos de campos de concentração. Já centenária, lançou um documentário de 45 minutos que retratou a sua paixão pelo mergulho: Impressionen Unter Wasser (2002).

Como referenciar: Leni Riefenstahl in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-22 04:12:31]. Disponível na Internet: