Lentibulariáceas

Família de plantas dicotiledóneas que se distribuem por quatro géneros e cerca de 245 espécies. É formada por pequenas ervas vivazes, insetívoras, aquáticas e submersas de lugares húmidos ou pantanosos.
As Lentibulariáceas (Lentibulariaceae) são cosmopolitas, distribuindo-se desde zonas frias a tropicais.
As folhas são alternas, por vezes verticiladas, frequentemente reunidas em roseta basilar, geralmente dimórficas com adaptação para a captura de insetos, revestidas de glândulas viscosas. As flores são solitárias ou agrupam-se em inflorescências, tipo espiga ou racimos. São hermafroditas e bilaterais. O cálice é formado por quatro ou cinco sépalas livres ou soldadas, frequentemente bilabiadas. A corola é simpétala, com cinco pétalas, e bilabiada. O lábio inferior apresenta, normalmente, uma espora nectarífera. O androceu é formado, normalmente, por dois estames com anteras monotecas. O gineceu tem dois carpelos soldados. O ovário é súpero e unilocular, com vários óvulos.
O fruto é uma cápsula polispérmica, deiscente por duas ou quatro valvas.
Em Portugal, encontram-se as espécies Pinguicula lusitanica e Pinguicula vulgaris, ambas designadas por pinguícula e que se encontram em turfeiras ácidas e charnecas húmidas.

Como referenciar: Lentibulariáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-26 09:54:55]. Disponível na Internet: