Léon Festinger

Psicólogo norte-americano, nascido em 1919 e falecido em 1987, desenvolveu a sua atividade nas áreas da psicologia da criança, psicologia experimental e psicofisiologia. Contudo, é o seu trabalho ao nível da psicologia social que o torna mais conhecido, sendo considerado um continuador da obra de Kurt Lewin. Desenvolveu estudos sobre a comunicação social informal e sobre a dissonância cognitiva. A teoria sobre a dissonância cognitiva, que é exposta no livro A Theory of Cognitive Dissonance, publicado em 1957, deu origem a vários estudos experimentais. A dissonância cognitiva ocorre quando o sujeito experimenta duas cognições ou crenças antagónicas e incompatíveis, que não se ajustam. Ocorre também quando surge o conflito entre uma atitude e o comportamento. O sujeito é motivado, pelo desconforto experimentado, a comportar-se de modo a diminuir a dissonância.
Como referenciar: Léon Festinger in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-21 14:45:19]. Disponível na Internet: