Leonard Bloomfield

Linguista norte-americano, nasceu a 1 de abril de 1987, em Chicago, e faleceu a 18 de abril de 1949, em New Haven, Connecticut.
Bloomfield fez os seus estudos académicos nas Universidades de Harvard, de Wisconsin e de Chicago, universidade onde concluiu o seu doutoramento em 1909. Passou vários anos a estudar na Alemanha e quando regressou à América publicou a sua primeira obra An Introduction to the Study of Language (Uma introdução ao estudo da linguagem), em 1914, em que deu início a uma teorização da linguagem que viria a ser consolidada nas obras posteriores. Três anos depois, publica Tagalog Texts with Grammatical Analysis (1917), um trabalho sobre a gramática da língua filipina. Durante anos lecionou línguas germânicas e línguas germânicas comparadas, em várias universidades americanas, matéria pela qual se interessou profundamente e em que se especializou. Foi assistente em Filologia Comparativa e em Alemão na Universidade de Illinois até 1921, data em que se mudou como professor para a Universidade de Ohio, onde permaneceu até 1927. De 1927 a 1940, lecionou na Universidade de Chicago, período em que escreveu a sua obra mais importante, intitulada Language, publicada em 1933, que viria a influenciar profundamente os estudos linguísticos nos Estados Unidos da América até muito recentemente. Nesta obra, Bloomfield desenvolveu o conceito de fonema como feixe de traços distintivos, dando origem à fonémica, o equivalente americano da fonologia europeia. Portanto, enquanto a obra de F. Saussure começava a ser conhecida na Europa e a determinar o curso da Linguística ocidental, Bloomfield desenvolvia, do outro lado do Atlântico, uma Teoria da Linguagem de natureza descritiva, conhecida como Distribucionalismo, que apresentava muitos princípios básicos semelhantes ao formalismo de Saussure, mas que introduzia um método de análise linguística com base na posição contextual dos fonemas e combinação com outros fonemas (ou distribuição). Este método foi aplicado a outros níveis de análise linguística, tendo gerado muitas sub-escolas linguísticas nos Estados Unidos da América.
Bloomfield foi ainda autor de outras obras em ciência linguística, designadamente The Stressed Vowels of American English (1935), Linguistic Aspects of Science (1939), Spoken Dutch (1945), e Spoken Russian (1945).
Bloomfiel foi ainda professor na Universidade de Yale de 1940 até à data da sua morte.
Como referenciar: Leonard Bloomfield in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-10 05:58:03]. Disponível na Internet: