Leonardo DiCaprio

Ator norte-americano, Leonardo Wilhelm DiCaprio nasceu no dia 11 de novembro de 1974, em Hollywood, estado da Califórnia, filho de pai italiano e de mãe alemã. Depois de anos a filmar anúncios publicitários e a participar em séries televisivas, DiCaprio estreia-se no cinema em Critters 3 (1991), uma comédia de baixo orçamento. Em 1993, participa num filme de maior notoriedade ao lado de Robert de Niro e Ellen Barkin: This Boy's Life (A Vida Deste Rapaz), desempenhando a personagem de Toby Wolfe, um rapaz sujeito a maus tratos pelo padrasto. A sua atuação, apesar de secundária, mereceu as melhores apreciações dos críticos
Nesse mesmo ano, o realizador sueco Lasse Hallström apostou em DiCaprio para interpretar o difícil papel de Arnie Grape, um adolescente com graves perturbações mentais no filme What's Eating Gilbert Grape?. A sua performance não passou despercebida à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood que lhe atribuiu uma nomeação para o Óscar de Melhor Ator Secundário. Apesar de ter visto o prémio ser destinado a Tommy Lee Jones, Leonardo DiCaprio viu-se lançado para uma carreira segura, aceitando papéis cada vez mais exigentes.
Em Total Eclipse (Eclipse Total, 1995) deu vida a Arthur Rimbaud, poeta homossexual francês do século XIX, e em The Basketball Diaries (Grito de Revolta, 1995), filme realizado por Scott Kalvert, assumiu o papel do basquetebolista Jim Carrol. No western The Quick and the Dead (Rápida e Mortal , 1995), contracenou com Sharon Stone e Gene Hackman como Kid, um pistoleiro inexperiente. Em 1996, fez par romântico com Claire Danes em Romeo & Juliet (Romeu e Julieta), uma versão musical moderna da peça de William Shakespeare e, dirigido por Jerry Zaks, encarnou o papel de um difícil adolescente em Marvin's Room (Duas Irmãs), ao lado de Diane Keaton e Meryl Streep. Titanic (1997) viria a ser o filme que trouxe maior notoriedade a Leonardo DiCaprio, no papel de Jack Dawson, um aventureiro de origem humilde que embarca na fatídica viagem do transatlântico e se apaixona por Rose de Witt (Kate Winslet), uma rapariga da "high society", a quem acabará por salvar a vida. O filme arrebatou 11 Óscares, inclusive o de Melhor Filme, e tornou-se no mais rentável do "box-office" mundial.
Na senda dos filmes históricos, DiCaprio aceitou protagonizar The Man in the Iron Mask (O Homem da Máscara de Ferro, 1998) numa adaptação livre da obra homónima de Alexandre Dumas. Nesta obra, DiCaprio desempenhou um duplo papel, o de Luís XIV e o de seu irmão gémeo Phillippe, devidamente coadjuvado por D'Artagnan (Gabriel Byrne) e pelos três Mosqueteiros (interpretados por John Malkovich, Gérard Depardieu e Jeremy Irons). Posteriormente, as suas participações cinematográficas foram escasseando. Foi dirigido por Woody Allen em Celebrity (Celebridades, 1998), onde desempenhou um astro de cinema, e por Danny Boyle em The Beach (A Praia, 2000).
2002 marcou o seu regresso às grandes produções, protagonizando o épico de Martin Scorsese, Gangs of New York (Gangs de Nova Iorque) e a comédia de Steven Spielberg Catch Me If You Can (Apanha-me Se Puderes). Em 2004, foi seu o papel principal em The Aviator, um filme de Martin Scorsese sobre a vida de Howard Hughes, que valeu ao ator a nomeação para o Óscar de Melhor Ator Principal, prémio que acabaria por perder para Jamie Foxx. Em 2006, voltaria a ser o escolhido por Martin Scorsese para desempenhar o papel principal no thriller The Departed (The Departed: Entre Inimigos), e, ainda nesse ano, seria nomeado para Melhor Ator Principal pela sua interpretação em Blood Diamond (Diamante de Sangue) de Edward Zwick.
Paralelamente à sua vida artística, Leonardo DiCaprio tornou-se um grande defensor das questões ambientais, financiando campanhas de informação sobre o estado da camada de ozono.
Como referenciar: Leonardo DiCaprio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-23 08:10:16]. Disponível na Internet: