Artigos de apoio

Leonid Andreiev
Escritor russo, nascido em 1871 e falecido em 1919, alcançou grande popularidade com o primeiro volume de contos, publicado em 1901. Já em 1889, o conto Bargamot e Garaska suscitara pronunciamentos críticos muito favoráveis tendo inclusivamente atraído a atenção de Máximo Gorki.
De entre as suas narrativas mais significativas, destacam-se: O Abismo e No Nevoeiro, nas quais trata temas de âmbito sexual, O Riso Vermelho e A História dos Sete Enforcados, que exploram a temática do terrorismo político.
Andreiev notabilizou-se, igualmente, no domínio do drama, com peças teatrais como: A Vida do Homem, Anátema e O Homem que Apanha Bofetadas. Em virtude da sua oposição à Revolução de outubro, exilou-se e produziu, em 1919, a obra S.O.S., constituída como um apelo às nações ocidentais, exortando-as a salvar a Rússia.
Obras suas editadas em português são: Amor ao Próximo,Lisboa, Inquérito; Riso Vermelho, Lisboa, Estampa.
Como referenciar: Leonid Andreiev in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-10-20 00:39:41]. Disponível na Internet: