Artigos de apoio

lepra
Doença infeciosa crónica, também designada doença de Hansen, provocada pela bactéria Mycobacterium leprae.
Atinge, principalmente, os nervos periféricos, afetando a sensibilidade táctil, térmica e a sensação de dor, e a mucosa da região superior. A lepra pode, ainda, conduzir a estados de cegueira e infertilidade nos homens.
O mecanismo de transmissão da lepra, embora ainda não esteja bem esclarecido, passa pelo contacto direto com indivíduos infetados. Sabe-se que as bactérias causadoras da lepra dispersam-se no ar, não sendo, no entanto, este o único meio de transmissão da doença.

A maior parte dos indivíduos expostos à bactéria causadora de lepra não contrai a doença porque o sistema imunitário humano é capaz de fazer face à infeção, impedindo o seu desenvolvimento.

No caso do indivíduo contrair a doença, esta pode ser uma infeção ligeira, a chamada lepra tuberculoide, não contagiosa, ou uma infeção mais grave, a lepra lepromatosa, do tipo contagioso.

Os sintomas, que geralmente não surgem no primeiro ano de infeção, apresentam-se de forma diferente, consoante a resposta imunitária do indivíduo infetado. No caso da lepra tuberculoide, a doença manifesta-se por erupção cutânea, com formação de áreas esbranquiçadas e achatadas, insensíveis ao tato. Na variante lepromatosa, a lepra manifesta-se por erupções cutâneas salientes e pela perda do revestimento piloso.

A lepra limítrofe corresponde a um estado instável em que se manifestam ambas as formas de lepra, podendo evoluir tanto para o estado menos grave, a lepra tuberculoide, como para o estado mais grave, a lepra lepromatosa.

Os casos de lepra são ainda frequentes em muitos países asiáticos, africanos e na América Latina.
No último domingo de janeiro é assinalado o Dia Mundial dos Leprosos.
Como referenciar: lepra in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-07-22 15:44:55]. Disponível na Internet: