libido

O conceito libido deriva do termo latino libere, que significa desejo, ânsia, ter vontade, aquilo que dá prazer. Esta designação foi inicialmente usada por Sigmund Freud (1856-1939) para designar a energia psíquica associada às pulsões vitais e, em particular, a pulsão sexual, que estaria na base de todas as outras.
Carl Jung (1856-1939), psicanalista suíço, defende uma definição mais lata, caracterizando a libido como qualquer forma de energia psíquica, a qual, no entanto, não se limita às dimensões de origem sexual, como preconizava Freud.
Como referenciar: libido in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-26 09:11:49]. Disponível na Internet: