linguagem (biologia)

Uma das funções mais específicas do cérebro humano é a da linguagem, que pode ser traduzida como o conjunto de sinais de que os humanos se servem para a comunicação e expressão dos seus sentimentos e ideias.

Consciência, memória e linguagem estão inextrincavelmente ligadas. Uma função não pode existir sem as outras. Estas capacidades são consequência da elaboração, no córtex cerebral, de mecanismos de elaboração da informação simbólica e do domínio cerebral que ocorre somente nos humanos.
A linguagem oral é muito complexa. Para a utilizar é preciso conhecer palavras cujo significado seja entendido, sendo necessário, para organizar as palavras, a articulação de músculos da laringe, língua, lábios, etc. Embora este fenómeno ocorra à velocidade do segundo, é indubitável que o processo é inteiramente consciente e controlado. Por outro lado, a linguagem popular é original quer na forma quer no conteúdo, o que dificulta explicá-la como uma atividade puramente reflexiva.

A linguagem humana foi extraordinariamente difícil de investigar. Contudo, as áreas cerebrais mais envolvidas na linguagem foram identificadas - áreas de Broca e Wernicke - e as suas regras são parcialmente conhecidas.

A área de Wernicke, a área da perceção da linguagem no bordo superior do lobo temporal, não é o "armazém da palavra", mas a área onde as regras gramaticais são utilizadas para elaborar mensagens significativas. Alguns cientistas sugerem que palavras armazenadas estão ligadas em associação no córtex e que quando uma palavra específica é selecionada, há uma onda de ativação que associa áreas para a sua utilização. Por exemplo, o número 2 pode estar associado com 1 e 3, bicicleta, bípede, numeral, bilateral e outros símbolos.

A área de Wernicke é também a região que nos permite determinar o significado de palavras novas ou pouco usuais de contextos naturais e nos permite adquirir nova informação. A área de Wernicke está conectada por meios condutores com a área de Broca (motor da palavra), área situada anteriormente no mesmo hemisfério. A área de Broca é onde se encontram armazenados os complexos padrões que permitem controlar a articulação dos músculos.
Como referenciar: linguagem (biologia) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-29 12:18:33]. Disponível na Internet: