literatura satírica

Na literatura contemporânea, a sátira perdeu o seu carácter panfletário e de crítica política e social em favor de formas mais próximas da angústia e da derrisão como a ironia, a paródia, ou de um tom de humor negro, em autores como Luís Pacheco, Armando Silva Carvalho ou António Lobo Antunes.
Como referenciar: Porto Editora – literatura satírica na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-19 15:26:35]. Disponível em