Loures


Aspetos Geográficos
O concelho de Loures, do distrito de Lisboa, localiza-se na Grande Lisboa (NUT II), em Lisboa (NUT III), a cerca de 7 km da capital. Confina com os concelhos de Vila Franca de Xira a leste, Sintra e Mafra a oeste, Lisboa e Odivelas a sul e Arruda dos Vinhos a norte.
O concelho de Loures ocupa uma área de 167,9 km2, na qual se distribuem 18 freguesias: Apelação, Bobadela, Bucelas, Camarate, Fanhões, Frielas, Loures, Lousa, Moscavide, Portela, Prior Velho, Sacavém, Santa Iria da Azóia, Santo Antão do Tojal, Santo António dos Cavaleiros, S. João da Talha, S. Julião do Tojal e Unhos. Em 2005, o concelho apresenta 199 713 habitantes.
O natural ou habitante de Loures denomina-se lourense.
Este concelho apresenta um relevo ligeiramente ondulado e por se situar perto de Lisboa tem sofrido um grande crescimento demográfico, o que originou alguns problemas urbanísticos.

História e Monumentos
Loures como povoação remonta ao século XII.
Do seu vasto património arquitetónico e histórico destaca-se a Igreja Matriz de Loures, o Monumento Megalítico de Casaínhos em Fanhões, a Capela de Nossa Senhora da Vitória em Camarate, o Cruzeiro de Loures, o Palácio e Quinta do Correio-Mor em Loures, a Igreja de Nossa Senhora da Vitória em Sacavém, o Castelo de Pirescoxe (ruínas) em Santa Iria da Azóia, a Igreja de São João Batista em São João da Talha, a Igreja Paroquial de São Pedro de Lousa, a Capela de Santa Catarina em Frielas e a Casa do Adro em Loures.
O Museu Municipal de Loures é outra referência cultural do concelho.

Tradições, Lendas e Curiosidades
Realizam-se algumas festas neste concelho, como a Festa Anual da Nossa Senhora dos Remédios (de 23 a 25 de junho) na Bobadela, a Festa Anual de Nossa Senhora da Paz (segunda e terceira semanas de julho) em São João da Talha, a Procissão de Santa Maria de Loures (segunda semana de outubro) e o Aniversário das Freguesias de Apelação (15 de abril), Bobadela (25 de agosto), Camarate (1 de maio), Moscavide (23 de março), Portela (primeira semana de outubro), Prior Velho (30 de junho) e São João da Talha (em março).
O feriado municipal acontece a 26 de julho.
No artesanato salienta-se a tanoaria, a olaria, a tapeçaria, a funilaria, a cestaria, a pintura em vidro, barro, madeira, azulejo e tela, a escultura em madeira ou pedra, as rendas, os quadros e as miniaturas com conchas e búzios ou com areia e água.

Economia
No concelho de Loures são os setores secundário e terciário que dominam a atividade económica da região.
A nível industrial destaca-se a construção de máquinas e material de transporte, as malhas, as confeções, as louças e os produtos químicos. A atividade comercial também desempenha um papel importante neste concelho, estando muito ligada à atividade industrial.
A agricultura como atividade económica ainda apresenta alguma importância na região nomeadamente nos produtos hortícolas.
Os últimos anos têm sido marcados por um considerável crescimento económico, que se traduz no aumento das atividades económicas concelhias. Este dinamismo económico reflete-se na criação e participação do Município em alguns projetos, salientando-se a Agência Municipal de Energia de Loures (AMEL), a EXPOLOURES, o Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL), o Fórum Económico de Loures e o Centro de Atividades Económicas de Loures (CAEL).
Como referenciar: Loures in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-19 01:46:38]. Disponível na Internet: