Luc Montagnier

Virologista francês, Luc Montaigner nasceu a 18 de agosto de 1932, em Chabris. Iniciou a sua carreira de investigador trabalhando como assistente da Faculdade de Ciências de Paris. Trabalhou no Instituto Curie e em 1972 tornou-se diretor do Instituto Pasteur. É membro de várias academias francesas e internacionais e dedica os seus estudos à biologia celular, à virologia e ao cancro. É também presidente da World Foundation for AIDS Research and Prevention, que ajudou a fundar.
Em 1982, Montaigner dirigia uma equipa de investigação à qual pertencia Françoise Barré-Sinoussi, quando Willy Rozenbaum, um médico do Bichat Hôpital de Paris, requereu a ajuda dessa mesma equipa. Foi-lhes pedido que tentassem descobrir a causa viral de um novo e misterioso síndroma, a sida, que infetava alguns doentes seus. Rozenbaum (que foi também muito importante neste processo) sugeriu que a causa poderia ser um retrovírus e enviou a biópsia de um nódulo linfático de um dos seus pacientes para que a equipa de Montaigner a analisasse. Montaigner dissecou o nódulo e fez uma cultura a partir dele. Nas semanas seguintes, Barré-Sinoussi e os seus assistentes analisaram a cultura e determinaram que a atividade retroviral era a responsável pelo efeito patogénico do vírus nos linfócitos. O vírus recebeu o nome LAV (Lymphadenopathy Associated Virus) e em 1986 passou a designar-se HIV (Human Immunodeficiency Virus) ou VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana), em português. As investigações de Luc Montagnier contribuíram muito para que se compreendesse de que forma os vírus alteram a informação genética dos organismos hospedeiros, o que permitiu alguns avanços significativos na área da pesquisa oncológica.
Em 2008, Luc Montaigner foi galardoado com o Prémio Nobel da Medicina que partilhou com Françoise Barré-Sinoussi pela descoberta que ambos fizeram do retrovírus VIH, responsável pela sida, e com Harald zur Hausen pela descoberta do papiloma vírus humano, causador do cancro do colo do útero.
Para além do Prémio Nobel da Medicina de 2008, Montaigner recebeu outros prémios como reconhecimento do seu trabalho, tais como o Rosen Prize for Oncology, o Scientific and Technological Foundation of Japan's Award, o King Faisal Award e o Gairdner Award.
Como referenciar: Luc Montagnier in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 08:37:03]. Disponível na Internet: