Luís de Albuquerque

Licenciado e doutorado em Matemática pela Universidade de Coimbra, onde exerceu funções docentes, distinguiu-se, no domínio da historiografia dos Descobrimentos, pelo estudo sistemático da técnica e ciência náutica conhecidas e aperfeiçoadas pelos navegadores portugueses, entre os séculos XV e XVII, apoiando-se, para tal, na análise aturada, seguida de edição crítica de um conjunto importante de documentos de marinharia. A aplicação da sua formação científica, de base matemática e geográfica, ao domínio historiográfico, permitiu, assim, reavaliar princípios e métodos de investigação historiográfica, trazendo informações de valia para a explicação do desenvolvimento da expansão marítima portuguesa. Sobre a História da Náutica, regeu cursos universitários no Brasil, na Inglaterra e na Holanda. Além da edição de trabalhos de referência nesta matéria, como o Dicionário de História dos Descobrimentos Portugueses (1994), a cuja organização se dedicou nos últimos anos de vida, publicou estudos no domínio da matemática, da educação e da história da ciência. Colaborou em várias publicações periódicas, como Vértice, Revista da Universidade de Coimbra ou Revista Portuguesa de História. Fundou ainda, no âmbito da Comissão para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses, a revista Mare Liberum: Revista de História dos Mares (1990). Dirigiu o Agrupamento de Estudos de Cartografia Antiga, integrou a Junta de Investigações do Ultramar, dirigiu a Biblioteca da Expansão Portuguesa das edições Alfa, aí coordenando a edição de documentos e testemunhos da expansão, e organizou, entre 1968-1982, a edição das Obras Completas de D. João de Castro.
Como referenciar: Luís de Albuquerque in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-27 10:45:18]. Disponível na Internet: