Lynn Margulis

Bióloga norte-americana, membro da Academia Nacional de Ciências e galardoada com a National Medal of Science (1999), Lynn Margulis nasceu em 1938, em Chicago. Foi casada várias vezes, uma delas com o conhecido astrónomo Carl Sagan.
De entre os vários trabalhos e estudos desta cientista, destaca-se a Teoria da Endossimbiose (ou Modelo Endossimbiótico) que sugere que determinados organelos tenham surgido na sequência de uma relação simbiótica estável entre diferentes organismos. Este princípio, baseado na similitude estrutural e genética verificada entre diferentes seres, aplica-se principalmente às mitocôndrias e aos cloroplastos - ambos são organelos detentores de um ADN; diferente contudo do das células que os albergam, quer na quantidade e no código genético, enquanto que muito semelhante, nos mesmos aspetos, ao de bactérias e outros organismos procariotas.
Em 1972, Margulis começou também a dedicar-se à análise da Hipótese (ou Teoria) de Gaia, de 1969, na qual o seu autor, James Lovelock, químico e inventor britânico, defendia que a Terra era um organismo vivo.
Licenciada pela Universidade de Chicago, graduada mestre pela Universidade de Wisconsin e doutorada pela Universidade da Califórnia, tornou-se, mais recentemente, uma eminente e reconhecida professora na Universidade de Massachussets, no Departamento de Geociências.
Como referenciar: Lynn Margulis in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-27 14:41:45]. Disponível na Internet: