macaco

Designação generalizada de indivíduos mamíferos, primatas que se encontram distribuídos por duas famílias Cercopitecídeos ou macacos do Velho Mundo e Cebídeos ou macacos do Novo Mundo e na subordem dos antropoides (Símios). São em geral animais frugívoros. Caracterizam-se pelos seus membros posteriores de pés preênseis e pelo seu sistema dentário completo. Com exceção de alguns grandes antropoides não constroem ninhos. Têm estatura variável desde muito pequena, algumas dezenas de centímetros, até maior que a dos humanos. Os macacos do Novo Mundo têm um largo septo nasal e cauda preênsil, vivendo nas selvas sul-americanas. Os macacos do Velho Mundo têm um septo nasal estreito e a cauda não é preênsil, sendo, por vezes, muito reduzida. Entre os macacos do Velho Mundo ou Cercopitecídeos integram-se os cercopitecos, macacos propriamente ditos e os babuínos. São Cebídeos ou macacos do Novo Mundo o macaco-noturno, os saguis, os macacos-uivadores, os macacos-lascudos, macacos-aranha, etc. São antropoides o gibão, o orangotango, o gorila e o chimpanzé.
São mais frequentes na Ásia Meridional e Índia, mas há espécies que se estendem até à China Setentrional e ao Japão e outras que chegam ao Nordeste de África e o extremo sul da Europa. Uma espécie muito conhecida é a do macaco reso (Macacus rhesus).
Como referenciar: Porto Editora – macaco na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-21 12:42:21]. Disponível em