Manuel Gusmão

Poeta e ensaísta português nascido em dezembro de 1945, em Évora, completou a licenciatura em Filologia Românica na Universidade de Lisboa em 1970. Neste período, pertenceu ainda ao conselho editorial das revistas O Tempo e o Modo e Letras e Artes. Posteriormente, escreveu regularmente crítica literária para diversas publicações portuguesas.
Em 1987, fez o doutoramento com uma tese sobre a poética de Francis Ponge.
Tornou-se, entretanto, professor da Faculdade de Letras de Lisboa, aos 26 anos, e, paralelamente, escreveu diversos ensaios sobre a poesia portuguesa contemporânea, nomeadamente sobre Fernando Pessoa, Carlos de Oliveira, Nuno Bragança, Maria Velho da Costa, Luiza Neto Jorge e Gastão Cruz. Ainda na faculdade desenvolveu trabalhos nas áreas da literatura portuguesa e francesa e da teoria da literatura.
Apenas aos 45 anos, em 1990, Manuel Gusmão se estreou como poeta ao lançar a obra Dois Sóis, A Rosa - A Arquitetura do Mundo. Seis anos mais tarde, voltou a publicar um livro de poemas, desta vez intitulado Mapas, o Assombro a Sombra, que lhe valeu o prémio do PEN Club para melhor obra de poesia, em 1997.
Com Teatros do Tempo conquistou o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores e o Prémio de Poesia Luís Miguel Nava relativos a 2001. Antes disso, o livro já havia esgotado a primeira edição em apenas seis meses. Teatros do Tempo é composto por três andamentos e conflui para um núcleo negro, que representa o fim mas, ao mesmo tempo, um recomeço.
A nível criativo, Manuel Gusmão foi também o autor de um libreto para a ópera de António Pinho Vargas Os Dia Levantados, sobre a revolução do 25 de abril de 1974.
É membro da Associação Portuguesa de Literatura Comparada e foi um dos fundadores, em 1982, da revista de estudos literários franceses Ariane. Também começou a coordenar a nível editorial, em 1988, a revista Vértice.
Em 2005, foi galardoado com o Prémio Vergílio Ferreira, pelo conjunto da sua obra literária.
Paralelamente à carreira de docente, poeta e ensaísta, Manuel Gusmão dedicou-se à política e, entre 1975 e 1976, foi deputado à Assembleia da República em representação do Partido Comunista Português.
Como referenciar: Manuel Gusmão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-22 04:18:39]. Disponível na Internet: