Manuela Fleming

Psicóloga portuguesa, Maria Manuela Sousa Pereira Veloso Fleming nasceu a 25 de dezembro de 1948, na freguesia de Assentiz, Torres Novas. Apesar de ter feito inicialmente uma formação em Engenharia Química, Manuela Fleming começou, ainda durante a sua primeira formação, a interessar-se pelas Ciências Humanas, facto que a levou a mudar de orientação académica e profissional e a iniciar uma formação em Psicologia na Universidade de Paris.
Concluída em 1974 a licenciatura em Psicologia com a classificação de "Muito Bom" (classificação máxima), e após ter frequentado o 1o ano do "Doctorat de 3.éme Cycle", Manuela Fleming regressa a Portugal e prossegue a sua formação em Psicologia, desenvolvendo uma carreira que assenta, simultaneamente, em três grandes áreas de atividade complementares: a atividade docente no ensino superior, a atividade clínica, e a atividade de Investigação.
A atividade docente teve início logo após o seu regresso de Paris. Em outubro de 1974, Manuela Fleming aceitou o convite que lhe tinha sido feito e ingressou no Instituto Superior de Serviço Social do Porto como Assistente de Psicopatologia. Em 1989, obteve o grau de doutor em Ciências Médicas na especialidade de Psicologia Médica e, no ano seguinte, iniciou a sua atividade docente no Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar - Universidade do Porto (ICBAS/U.P.), primeiro como Professora Auxiliar, e mais tarde, em 1997, como Professora Associada. Paralelamente, Manuela Fleming exerce ainda a função de docente noutras instituições, sendo, desde 1994, Professora Associada no Instituto Superior de Ciências da Saúde - Norte, e Professora Visitante da Universidade Católica de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
No âmbito da atividade clínica, Manuela Fleming obteve formação em Terapias Familiares, Psicodrama Psicanalítico e Psicanálise. Em 1984 submete a sua candidatura à Sociedade Portuguesa de Psicanálise e é aceite como Psicanalista em formação. Frequenta desde esta data até 1987 os Seminários de Formação para Psicanalistas e em 1993 realiza as provas para Psicanalista Aderente. Atualmente Manuela Fleming exerce funções de psicanalista e é professora no quadro da formação de novos psicanalistas.
Para além das atividades docente e clínica, Manuela Fleming realiza ainda uma intensa atividade de investigação, centrada essencialmente nos temas: Adolescência e Juventude (Psicologia e Psicopatologia), Toxicodependência, Família; Doenças Genéticas (Psicologia), e Doenças crónicas (Psicologia). Dentro destas áreas, Manuela Fleming, individualmente, ou em parceria com outros investigadores, levou a cabo diversos trabalhos de investigação e publicou quatro livros e mais de duas dezenas de artigos científicos.
Obras principais de Fleming:
1976, Ideologias e Práticas Psiquiátricas
1993, Adolescência e Autonomia: Desenvolvimento Psicológico e Relação com os Pais
1996, Família e Toxicodependência
1994; La fonction Contenante de L'Analyste (coautor: Carlos Amaral Dias)
Como referenciar: Manuela Fleming in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-20 09:43:19]. Disponível na Internet: