máquina de costura

A história da máquina de costura começou em 1830, quando Barthélemy Thimonnier, um alfaiate francês, aproveitando o facto de terem aparecido as agulhas com duas pontas, pôs à venda o primeiro modelo. A máquina de Thimonnier tinha uma agulha de ponta dupla que trabalhava acionada por uma alavanca que movimentava uma roda. Mais tarde, já na década de 40, o negócio deste alfaiate começou a crescer devido ao seu invento, o que levou à ira os colegas de profissão, que provocaram um incêndio na sua fábrica por se sentirem prejudicados no negócio. Thimonnier quase foi linchado devido ao seu sucesso, para o que contribuiu o facto do exército francês se ter tornado cliente deste modo rápido de confecionar uniformes militares. O alfaiate francês teve de fugir para Inglaterra, de onde tentou conquistar o mercado norte-americano. Não teve sucesso e regressou pobre a França, mas não sem antes introduzir algumas melhorias, que permitiram à máquina fazer 200 pontos por minuto. Do outro lado do Atlântico, um norte-americano chamado Walter Hunt desenhou, em 1834, uma máquina de pesponto, mas que não chegou a comercializar por falta de dinheiro. Quem aproveitou este fracasso foi o seu compatriota Elias Howe, que patenteou, em 1846, um modelo com lançadeira sincronizada com a agulha. Cinco anos depois, ainda nos Estados Unidos, aparece a primeira máquina de costura com pedal, uma invenção de Isaac Singer, que ao introduzir uma série de outras melhorias fez com que a máquina passasse rapidamente a dominar o mercado. Isaac Singer fundou então a Singer, empresa que lançou o sistema de venda a prestações e deu visibilidade mundial a esta máquina. A Singer começou a exportar máquinas de costura, dando início a um processo que a transformou numa das maiores empresas do mundo. Em 1910, iniciou a fabricação em série de máquinas elétricas de costura, que passaram a dominar o mercado. As máquinas de costura domésticas mais modernas já são capazes de fazer 1500 pontos por minuto, mas uma de características industriais pode atingir os 7000 pontos por minuto. A máquina de costura permite a qualquer pessoa criar em casa as suas próprias roupas com mais pormenor e sofisticação, mas também contribuiu para que a produção de vestuário pudesse ser feita em grande escala, algo impensável com a costura à mão. Hoje em dia, é quase impossível uma pessoa deixar de estar rodeada de artigos onde houve intervenção da máquina de costura, como são os casos da roupa, dos lençóis, dos travesseiros, das carteiras, dos sofás, entre outras coisas.
Como referenciar: máquina de costura in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 02:35:24]. Disponível na Internet: