Marantáceas

Família de plantas monocotiledóneas que se distribui por 30 géneros e cerca de 500 espécies. As plantas desta família são ervas rizomatosas perenes, de rizomas em geral amiláceos, com caules eretos e curtos.
As Marantáceas (Marantaceae) encontram-se amplamente distribuídas pelas regiões tropicais e subtropicais. Estas plantas encontram-se nas regiões tropicais do Velho e Novo Mundo, mas são originárias principalmente do Novo Mundo.
As folhas são inteiras e alternas, normalmente com ramificação dicotómica e bainha aberta. O pecíolo é nítido e por vezes alado. O limbo é simples e, à noite, enrola-se unilateralmente no gomo. É nitidamente assimétrico e com nervação peninérvia com a nervura principal proeminente. Não tem espículas. As flores, hermafroditas, não apresentam nenhum plano de simetria. Agrupam-se em capítulo, espiga ou cacho inseridos em rebentos separados no rizoma. O cálice é formado por três sépalas distintas e a corola é formada por três pétalas fundidas e, geralmente, com três a quatro estaminoides petaloides mais pequenos. Possui um só estame, em parte fértil e em parte estaminoide. Têm três carpelos, fundidos, dois deles frequentemente estéreis e mais reduzidos. O estigma e o estilete terminal únicos. O ovário é ínfero, com um só óvulo por lóculo. Possuem nectários.
O fruto é uma baga ou uma cápsula.
A espécie Maranta arundinacea, conhecida por araruta, possui amido. Esta espécie é muito cultivada na Índia. As plantas Marantáceas do género Calathea são cultivadas como plantas ornamentais de interior.
Como referenciar: Marantáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-06 11:05:51]. Disponível na Internet: