Mário Aníbal

Atleta português de decatlo, Mário Aníbal Dias Sampaio Ramos nasceu a 25 de março de 1972, em Nova Sintra, Angola.
Mário Aníbal começou a praticar atletismo em Portugal em 1983, aos 11 anos, no Chamusquense, clube da Chamusca, onde vivia, mas foi quatro anos depois que deu nas vistas. Com quinze anos, ganhou a prova de salto em altura do DN Jovem no escalão de Infantis ao saltar 1,60 metros. Em 1988 venceu em iniciados e foi batendo recordes nacionais do salto em altura em todos os escalões, até aos juniores (em 1990), o mesmo se passando em pista coberta.
Entretanto, como tinha aptidões para outras especialidades do atletismo passou a competir com êxito no decatlo em 1988. Em 1990 mudou-se para o Benfica e levou consigo o treinador José Dias, o único com quem trabalhou. Nesse ano, sagrou-se pela primeira vez campeão nacional de decatlo, feito que repetiu por mais cinco vezes (93, 94, 95, 2000 e 2001).
Em 1991 representou Portugal no Europeu de Juniores em Salónica e ficou no quarto lugar.
Em 1996 esteve prestes a ir aos Jogos Olímpicos de Atlanta, nos Estados Unidos da América, mas uma lesão num tendão impediu a sua presença. Depois de ter sido operado voltou aos treinos e à boa forma em 1997. Esteve presente na Taça da Europa, em Maribor, onde bateu o recorde de Portugal do decatlo, ao fazer 7930 pontos. Esta marca deu-lhe acesso ao Mundial de Atenas, na Grécia, onde ficou no 18.º lugar. Ainda nesse ano foi 11.º no heptatlo, no Europeu de Pista Coberta que teve lugar em Valência, na Espanha.
Seguiu-se mais um ano (1998), afetado por lesões que levaram a nova operação em maio de 1999. Em outubro, Mário Aníbal já estava de novo em forma e numa prova em França bateu outra vez o recorde nacional, ao fazer 7937 pontos.
A barreira dos 8000 pontos foi ultrapassada em junho de 2000, quando somou os 8069 pontos que lhe garantiram a presença nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália. Neste evento ficou em 12.º lugar, cumprindo assim o seu objetivo. Repetiu a posição nos Mundiais de Edmonton, no Canadá, que tiveram lugar no ano seguinte. Ainda em 2001 elevou para 8213 pontos o recorde nacional do decatlo.
Como referenciar: Mário Aníbal in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-11-20 11:09:05]. Disponível na Internet: