Mário Lino

Político e governante português, Mário Lino Soares Correia nasceu a 31 de maio de 1940, em Lisboa.
Licenciou-se em Engenharia Civil no Instituto Superior Técnico de Lisboa em 1965, tendo obtido, sete anos mais tarde, o mestrado em Hidrologia e Gestão dos Recursos Hídricos pela Universidade do Estado do Colorado, nos Estados Unidos da América. Foi aprovado ainda no exame para obtenção do grau de doutoramento de Hidrologia e Recursos Hídricos pela Universidade do Colorado.
Ao mesmo tempo que fazia os estudos na universidade norte-americana, foi engenheiro no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC). Em 1977, partiu para Moçambique onde dirigiu Gabinete de Planificação do Ministério da Indústria e Comércio. Tornou-se depois docente, tendo lecionado cursos de especialização no LNEC e na Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique.
Mário Lino iniciou a sua atividade política no Partido Comunista Português, do qual viria a ser expulso em 1991, na sequência das alterações que levaram à desintegração da União Soviética. Entretanto, entre 1980 e 1990 havia presidido, sucessivamente, aos conselhos de administração da CDL - Central Distribuição Livreira, Editorial Caminho e Editorial Avante.
Após a sua saída do Partido Comunista, Mário Lino surgiu ligado ao Partido Socialista, embora com o estatuto de independente. Nessas condições foi deputado da Assembleia Municipal de Lisboa entre 1994 e 1996. Neste mesmo período, presidiu à comissão diretiva da Associação Portuguesa de Recursos Hídricos. Paralelamente, desenvolveu a atividade de engenheiro consultor. Nomeadamente, dirigiu a empresa Impacte e Desenvolvimento, Lda entre 1991 e 1996.
Em 1996, assumiu a presidência do Grupo Águas de Portugal, funções que manteve até 2002. Entre 1996 e 2002, foi também administrador da IPE – Investimentos e Participações Empresariais, SA.
A 12 de março de 2005, Mário Lino tomou posse como ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações do XVII Governo Constitucional, liderado pelo socialista José Sócrates.
Ao longo da sua carreira profissional, tornou-se membro de associações científicas e técnicas portuguesas e estrangeiras, tendo também escrito livros, comunicações e artigos para publicações nacionais e internacionais.
Como referenciar: Mário Lino in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 01:40:00]. Disponível na Internet: