Martin Chalfie

Cientista norte-americano, Martin Chalfie nasceu em 1947, em Chicago, no Illinois. Concluiu a sua licenciatura na Universidade de Harvard em 1969 e, após alguns empregos temporários, regressou a Harvard e fez o seu doutoramento em Neurobiologia, em 1977. Desde 1982 que tem desenvolvido o seu trabalho de investigação na Universidade de Colúmbia.
Martin Chalfie estudou as potencialidades da proteína verde fluorescente (GFP – Green Fluorescent Protein), descoberta pelo cientista Osamu Shimomura, e chamou a atenção para a importância desta. Chalfie demonstrou que a proteína verde fluorescente pode ser usada como um marcador genético luminoso para diferentes fenómenos biológicos (que de outra forma seriam invisíveis) e foi o primeiro a usá-la como tal. Este marcador luminoso permite que os cientistas vejam movimentos, posições e interações com as proteínas marcadas. Como a proteína verde fluorescente tem níveis de toxicidade muito baixos, pode ser utilizada em células vivas, o que causou uma verdadeira revolução na microscopia de fluorescência nos campos da Bioquímica e da Biologia Celular. O funcionamento da GFP é semelhante ao de uma lâmpada: a lâmpada é ligada a outras proteínas e deteta com facilidade a sua presença em células ou organismos. Desta forma, poder determinar onde estão localizadas quaisquer proteínas que estão ligadas à GFP ou determinar também os seus níveis de concentração passou a ser uma realidade.
Martin Chalfie é um cientista reconhecido, tendo publicado mais de 200 artigos científicos. Em 2008, foi condecorado com o Prémio Nobel da Química, prémio que dividiu com os cientistas Osamu Shimomura e Roger Yonchien Tsien. Os três cientistas foram galardoados pelo trabalho realizado acerca da proteína verde fluorescente: Osamu Shimomura pela descoberta da proteína; Martin Chalfie pela demonstração da sua importância em vários fenómenos biológicos; e Roger Yonchien Tsien pelo desenvolvimento das suas potencialidades.
Como referenciar: Martin Chalfie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-23 03:32:09]. Disponível na Internet: