Martin Lowry

Físico-químico inglês, Thomas Martin Lowry nasceu a 26 de outubro de 1874, em Bradford, e morreu a 2 de novembro de 1936, em Cambridge. Estudou Química no Central Technical College, em Londres, onde trabalhou durante 17 anos como assistente de Henry Edward Armstrong, um conceituado químico, também inglês, a quem a Química Orgânica e o comportamento iónico em soluções aquosas despertavam um especial interesse.
Descreveu, pela primeira vez, em 1898, o fenómeno da mutarrotação, que consiste na mudança gradativa da rotação ótica até um ponto de equilíbrio, tendo, alguns anos mais tarde, comprovado experimentalmente que existe uma relação entre o poder de rotação ótica de determinados componentes e o comprimento de onda da luz que atravessa essas mesmas substâncias.
Lecionou Química no Westminster Training College (1906), chefiou o Departamento de Química do Guy's Hospital Medical School (1913), foi eleito membro da Royal Society (1914) e, em 1920, tornou-se no primeiro professor a ter a seu cargo uma cadeira de Físico-Química, na Universidade de Cambridge. Em 1923, Martin Lowry formulou, simultânea mas independentemente da desenvolvida por Johannes Nicolaus Brönsted, a sua teoria sobre ácidos e bases. Esta teoria protónica assumiria, mais tarde, os nomes dos dois cientistas, ficando conhecida como teoria de Brönsted-Lowry.
Como referenciar: Martin Lowry in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 14:42:00]. Disponível na Internet: