Mel Blanc

Ator norte-americano, Melvin Jerome Blank nasceu a 30 de maio de 1908 em San Francisco, Califórnia. Ao contrário dos outros atores, Blanc ficou conhecido não pela sua imagem ou atuação, mas pela sua voz, que tinha a capacidade de criar os mais diversos tons para dar vida a múltiplas personagens de animação.
Começou a sua carreira na rádio, onde chamou a atenção como ator de voz no programa de Jack Benny, onde interpretava diversos papéis. O seu desempenho memorável de diversas personagens valeu-lhe uma estrela no "Passeio da Fama" de Hollywood. Na televisão, trabalhou no show de Benny, onde também fazia papéis hilariantes.
Em 1936, começou a trabalhar nos estúdios Leon Schlensinger e cedo deu nas vistas a animar figuras conhecidas como Porky Pig (1937), Daffy Duck (1938), Bugs Bunny (1940), Woody Woodpecker (1940), Tweety (1942), Yosemite Sam (1945), o gato Sylvester (1946), Wile E. Coyote (1948), o diabo da Tasmânia (1954), Speedy Gonzalez (1955), entre outras. Blanc deu a voz em mais de 800 animações. Chegou também a participar em dois filmes de imagem real: a comédia musical protagonizada por Esther Williams Neptune's Daughter (1949) e Kiss Me Stupid (Beija-me Idiota, 1964), de Billy Wilder. Em 1961, sofreu um terrível acidente de carro que o colocou em coma durante três semanas.
Durante os anos 60, mudou-se para os estúdios Hanna-Barbera e deu voz a figuras como Barney Rubble (1960), dos Flinstones, e Mr. Spacely, dos The Jetsons (1962), que se tornou a sua voz mais famosa.
Já nos anos 80, com uma idade avançada, Blanc continuava a dar vida a personagens como o robot Twiki (1979), em Buck Rogers in the 25th Century. A sua última personagem original foi o gato laranja de nome Heathcliff (1981). Continuou também a dar voz às suas famosas personagens em publicidade e em programas especiais televisivos.
Em 1988, publicou a sua autobiografia intitulada That's Not All Folks!Faleceu a 10 de julho de 1989 na cidade de Los Angeles devido a doença do coração. Foi enterrado no cemitério Hollywood Forever, em Hollywood, Califórnia. A inscrição na sua lápide é um dos mais famosos epitáfios: That's All Folks.
Como referenciar: Mel Blanc in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-22 05:28:43]. Disponível na Internet: