Melbourne

A cidade de Melbourne é a capital da região administrativa de Victoria e fica situada junto à foz do Rio Yarra, na baía Phillip.
É um centro financeiro e comercial, exportando algodão e bens agrícolas e agroindustriais. A cidade é também muito industrializada, possuindo indústrias de construção naval, de maquinaria agrícola, têxtil e de objetos elétricos.
Foi fundada em 1835 e a sua designação atual foi atribuída dois anos mais tarde por Lorde Melbourne.
Melbourne teve dois grandes ciclos de desenvolvimento. O primeiro foi nos anos 50, impulsionado pela procura do ouro, que originou um grande crescimento da cidade, de tal forma que ultrapassou Sydney e tornou-se a capital temporária e sede do governo australiano, entre 1901 e 1927. O segundo acontecimento que proporcionou o seu desenvolvimento foi o incentivo dado pelo governo à imigração após a Segunda Guerra Mundial, nomeadamente de europeus, mas também de asiáticos, assim como o acontecimento desportivo importante que foi a realização dos Jogos Olímpicos de verão de 1956.
Melbourne oferece uma boa qualidade de vida, garantindo o acesso a todo um conjunto de equipamentos ligados à cultura e ao recreio, com piscinas e campos desportivos, garantindo também facilidades de transportes. Apesar de possuir extensos subúrbios, estes garantem também um bom nível de vida, possuindo nomeadamente vários espaços verdes.
No campo cultural, a cidade destaca-se pela existência da Universidade de Melbourne, fundada em 1853, a Universidade Monash, fundada em 1958 e a Universidade La Trobe, fundada em 1964, possuindo também um Colégio Técnico e uma conhecida escola de ballet.
São de destacar ainda a Galeria Nacional, o Centro de Arte Vitoriana, o Jardim Botânico, a prática de desportos aquáticos na baía e a pista de Fórmula 1, no autódromo de Flemington.
Como referenciar: Melbourne in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-06 10:40:46]. Disponível na Internet: