membrana plasmática

Organito celular, também designado plasmalema, membrana celular ou membrana citoplasmática, constituído por uma bicamada lipídica e proteínas, que delimita a fronteira entre o meio intracelular do meio extracelular, mantendo a integridade da célula.
A membrana plasmática regula as trocas de substâncias e energia entre a célula e o meio externo, constituindo uma barreira seletiva.
A permeabilidade seletiva da membrana plasmática deve-se ao facto de este organito ser mais permeável a determinadas substâncias do que a outras, sendo impermeável para certos compostos. O movimento de substâncias através da membrana plasmática ocorre por osmose e difusão simples (transporte não mediado), por difusão facilitada e transporte ativo (transporte mediado) e por endocitose e exocitose.
A membrana plasmática deteta alterações externas, intervindo em processos de receção de informações.
A ultra-estrutura da membrana plasmática pode ser explicada pelo modelo de mosaico fluido, proposto por Singer e Nicolson em 1972.
Como referenciar: Porto Editora – membrana plasmática na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-12-08 03:34:29]. Disponível em