Menispermáceas

Família de plantas dicotiledóneas que se distribui por cerca de 70 géneros e cerca de 450 espécies. As Menispermáceas (Menispermaceae) incluem espécies de lianas, trepadeiras e, mais raramente arbustos ou pequenas árvores. São plantas que geralmente produzem alcaloides venenosos.
A maioria das Menispermáceas habita em regiões tropicais, embora ocorram algumas espécies em zonas temperadas.
Caules frequentemente achatados devido a um crescimento secundário anómalo (discos sucessivos de xilema e floema). As folhas na generalidade são simples, inteiras, raramente lobadas, alternas, espiraladas e com nervação palminérvea. Não apresenta espículas.
As Menispermáceas são, normalmente, plantas dioicas. As flores são unissexuais, actinomórficas e trímeras. Distribuem-se por inflorescências tipo tirso, mais ou menos axilares. O cálice é geralmente dialissépalo, com seis sépalas imbricadas ou valvares. A corola é normalmente constituída por seis pétalas, distintas ou soldadas, imbricadas. Nos estames - três, seis ou mais - as anteras são livres ou mais ou menos unidas. A deiscência das anteras é longitudinal. O gineceu, com um ou vários verticilos, é constituído geralmente por carpelos inseridos num ginóforo. O ovário é súpero, com dois óvulos, embora um degenere. Não têm nectários.
O fruto é múltiplo, composto por drupas.
Os géneros Abuta, Cissampelos e Menispermum pertencem à família menispermáceas.
Como referenciar: Menispermáceas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 15:11:30]. Disponível na Internet: