mercados financeiros

Existem três grandes tipos de mercados financeiros: o mercado monetário (financeiro a curto prazo), o mercado de capitais (que se distingue em relação ao primeiro quanto aos prazos de vencimento, já que este é de longo prazo) e, por último, o mercado cambial (onde se confrontam a procura e a oferta de divisas).
No mercado monetário, vocacionado para aplicações de excedentes de tesouraria e para o financiamento de ruturas financeiras de curto prazo, transacionam-se títulos com um prazo de vencimento até um ano. O principal segmento do mercado monetário são os mercados interbancários, onde participam o Banco de Portugal e outras instituições de crédito. Estes mercados são constituídos por:
- Mercado Monetário Interbancário (MMI), em que instituições financeiras cedem liquidez entre si por períodos de tempo variáveis. Não há emissões de títulos; - Mercado de Operações de Intervenção, onde o Banco de Portugal e as instituições financeiras transacionam títulos para levar a cabo a política monetária previamente definida pelas autoridades monetárias: massa monetária em circulação e taxas de juro.
Por seu lado, no mercado de capitais têm lugar operações sobre títulos cujo prazo de vencimento é superior a um ano. Este mercado encontra-se vocacionado para financiamentos e investimentos de médio e longo prazo, através da emissão de títulos mobiliários, como ações, obrigações, títulos de participação, etc.
O mercado de capitais tem importantes funções económicas, das quais se destacam a mobilização das poupanças dos particulares e das empresas e o alargamento do leque de opções de financiamento dos investimentos produtivos das empresas.
O mercado de capitais subdivide-se em mercado primário (onde são colocadas as novas emissões de títulos) e secundário (onde se transacionam títulos emitidos e subscritos em períodos anteriores, dando assim liquidez ao mercado primário). A este último (onde se recompram e revendem os novos títulos) chama-se habitualmente Bolsa de Valores.
Por fim, no mercado cambial (ou de câmbios) confronta-se a procura e a oferta de divisas (moeda estrangeira). A taxa de câmbio é o preço de uma moeda expresso em unidades de outra moeda.
Como referenciar: mercados financeiros in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-04 15:21:49]. Disponível na Internet: