Mesão Frio

Aspetos Geográficos
O concelho de Mesão Frio, do distrito de Vila Real, localiza-se na Região Norte (NUT II), no Douro (NUT III) e situa-se a cerca de 40 km desta cidade, na margem direita do rio Douro. A norte e a nordeste encontra-se a serra do Marão e a sul encontram-se as serras de Montemuro e Leomil. É limitado a nordeste por Peso da Régua (distrito de Vila Real), a leste por Lamego (distrito de Viseu), a leste e sul por Resende (distrito de Viseu ) e a oeste por Baião.
O concelho de Mesão Frio ocupa uma área de 26,9 km2, na qual se distribuem 7 freguesias: Barqueiros, Cidadelhe, Oliveira, Santa Cristina, São Nicolau, Vila Jusã e Vila Marim. Em 2005, o concelho apresentava 4721 habitantes.
O natural ou habitante de Mesão Frio denomina-se mesão-friense.
Este concelho é um dos três concelhos da região do Baixo Corgo, área integrada na Região Demarcada do Douro. No seu extremo sudoeste, situa-se a povoação de Barqueiros, que separa os distritos de Vila Real e do Porto.

História e Monumentos
Do seu importante património arquitetónico destaca-se neste concelho a Igreja Matriz de S. Nicolau, o pelourinho e o antigo convento de S. Francisco (edifício da Câmara Municipal), a Igreja Matriz de Mesão Frio, a Torre do Pilar em Barqueiros, a Igreja Matriz de Oliveira, a fonte pública em Barqueiros, as igrejas de Cidadelhe e Vila Marim e os diversos solares existentes no concelho.

Tradições, Lendas e Curiosidades
No concelho de Mesão Frio ocorrem diversas festas como o S. Bartolomeu (24 de agosto) em Barqueiros; o S. Caetano (15 de agosto) e o S. Mamede (17 de agosto) em Vila Marim; o S. Gonçalo (segunda-feira a seguir ao Pentecostes) e o S. Vicente (22 de janeiro) em Cidadelhe; o S. Silvestre (31 de dezembro) em Vila Jusã; a Santa Rita (22 de maio) em Santa Cristina; a Nossa Senhora da Conceição (8 de dezembro) e o S. Martinho em Vila Jusã.
O feriado municipal é a 30 de novembro.
O artesanato tem alguma expressão no concelho, nomeadamente, a cestaria, a tanoaria e as miniaturas de barcos.
A nível cultural o museu de arte sacra é uma importante referência.

Economia
A economia deste concelho duriense é dominada pela cultura da vinha e pela produção de vinhos maduros. A maior parte da produção é coordenada pela cooperativa dos vinicultores.
O clima da região, temperado mediterrâneo, quente e seco no verão, favorece a produção de frutas, como laranjas, uvas, cerejas, ameixas e figos.
Apesar dos recursos naturais existentes, que favorecem a pesca e a caça, e do património arquitetónico, o turismo ainda tem um fraco impacto económico na região.
Como referenciar: Mesão Frio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 00:13:18]. Disponível na Internet: