Michael Keaton

Ator norte-americano, Michael John Douglas nasceu a 9 de setembro de 1951, na pequena cidade de Coraopolis. Depois de em 1976 se ter licenciado em Oratória, decidiu tentar a vida artística, atuando como comediante em boîtes e night-clubs. Como já havia um ator em ascensão utilizando o seu nome, decidiu adotar o apelido Keaton após ter ficado impressionado com uma foto da atriz Diane Keaton que vira numa revista. Foi chamado para papéis discretos em telenovelas e medíocres séries cómicas. O seu primeiro papel de destaque foi na sitcom Working Stiffs (1979), onde contracenou com Jim Belushi, mas a América não estava preparada para um género de humor tão irreverente pelo que a série foi cancelada após três meses de exibição. Não tendo outra alternativa a não ser o regresso à "stand-up comedy", permaneceu sem grandes oportunidades até 1982, ano em que Ron Howard, percebendo o seu génio cómico, o chamou para o filme Night Shift (O Turno da Noite, 1982). Os seus filmes seguintes não fugiram à temática cómica: Mr. Mom (Profissão: Doméstico, 1983), Johnny Dangerously (Gangsters Malandros, 1984), Gung Ho (A Fábrica das Loucuras, 1984) e The Squeeze (Os Vigaristas do Totoloto, 1987). O êxito comercial surgiu pelas mãos do realizador Tim Burton, que o recrutou para o papel de um fantasma irreverente e desbocado em Beetlejuice (Os Fantasmas Divertem-se, 1988). A sua primeira incursão por uma temática mais séria fez-se no filme Clean and Sober (Limpo e Sóbrio, 1988) no papel de um toxicodependente. Após uma aparição na comédia juvenil The Dream Team (A Turma dos Marados, 1989), foi a surpreendente escolha de Tim Burton para protagonizar Batman (1989). Apesar da grande oposição dos produtores da Warner e do protesto generalizado dos fãs de BD, Burton justificou a sua escolha dizendo que achava que Keaton possuía um lado negro obsessivo que definia a personalidade do Homem-Morcego. Apesar de todas estas condicionantes, o filme foi um êxito à escala mundial o que serviu para credibilizar a carreira do ator. Depois de uma aparição como vilão no thriller Pacific Heights (O Inquilino Misterioso, 1990) de John Schlesinger, aceitou voltar a encarnar a figura do milionário Bruce Wayne na continuação Batman Returns (1992). De desconhecido a uma das estrelas mais bem pagas de Hollywood em poucos anos, Keaton foi chamado a protagonizar filmes como Much Ado About Nothing (Muito Barulho Para Nada, 1993), The Paper (A Primeira Página, 1994), Multiplicity (Os Meus Duplos, a Minha Mulher e Eu, 1996), Jackie Brown (1997) e Jack Frost (1998).
Como referenciar: Michael Keaton in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 14:45:34]. Disponível na Internet: