Michael Madsen

Ator norte-americano, Michael Madsen nasceu a 25 de setembro de 1958 em Chicago. Irmão da atriz Virginia Madsen, começou por trabalhar como empregado de uma bomba de gasolina em Chicago. Estudou depois representação no prestigiado Steppenwolf Theatre, sob supervisão de John Malkovich.
Estreou-se no cinema em 1983 com um pequeno papel em War Games (Jogos de Guerra), de John Badham. Mudou-se depois para Los Angeles, ponde prosseguiu com alguns pequenos papéis em Special Bulletin (1983), telefilme de Edward Zwick; Racing With the Moon (Adeus Inocência, 1984); e The Natural (Um Homem Fora de Série, 1984), de Barry Levinson. Em 1989, destacou-se com o seu papel de assassino psicótico no thriller de John Dahl Kill Me Again (Dinheiro Sujo). Dois anos depois, viu o seu prestígio aumentar consideravelmente ao interpretar o namorado de Susan Sarandon no road-movie de Ridley Scott Thelma & Louise (Thelma e Louise), mas foi o papel anterior no filme de John Dahl que chamou a atenção de Quentin Tarantino, que o dirigiu em 1992 num dos seus papéis mais aclamados: Mr. Blonde, um sádico ladrão de joias, no clássico de culto Reservoir Dogs (Cães Danados).
Para não ficar demasiado colados aos papéis de psicopata, decidiu interpretar um pai carinhoso no filme para a família Free Willy (Libertem Willy, 1993), repetindo o papel na respetiva sequela, Free Willy 2: The Adventure Home (Libertem Willy 2, 1995). Regressou aos papéis de duro no western de Lawrence Kasdan Wyatt Earp (1994); no remake de The Getaway (Escape, 1994), com Alec Baldwin e Kim Basinger; e no filme de ficção científica Species (Espécie Mortal, 1995). Em 1997, encarnou o mafioso Sonny Black, ao lado de Al Pacino e Johnny Depp, em Donnie Brasco e depois voltou ao seu papel na sequela Species II (Espécie Mortal 2, 1998). Em 2002, participou num filme da série James Bond - Die Another Day (007 - Morre Noutro Dia), de Lee Tamahori - interpretando o agente da CIA Damian Falco; e no ano seguinte voltou a trabalhar com Tarantino no seu épico de vingança e artes marciais Kill Bill, dividido em duas partes: Kill Bill - Vol. 1 (2003) e Kill Bill - Vol. 2 (2004). Em 2005, foi um dos muitos atores conhecidos a atuar em Sin City (A Cidade do Pecado), a badalada adaptação cinematográfica da novela gráfica homónima de Frank Miller. Em paralelo com a carreira de ator, escreveu também alguns livros de poesia como Burning in Paradise.
Como referenciar: Michael Madsen in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-24 09:51:09]. Disponível na Internet: