Artigos de apoio

Milla Jovovich
Manequim e atriz russa, nasceu a 17 de dezembro de 1975, em Kiev, na Ucrânia, mas a sua infância foi repartida entre a Rússia, onde vivia a mãe, que era atriz de teatro, e Londres, onde o pai, um pediatra jugoslavo, estudava Medicina. Entretanto, a família Jovovich mudou-se para a Califórnia, nos Estados Unidos da América, mas Milla, então com cinco anos, sentiu algumas dificuldades de adaptação. No entanto, com apenas nove anos, concretizou a sua grande paixão e começou a representar, seguindo as pisadas da mãe. A representação aliada à sua beleza levou a que começasse a fazer alguns trabalhos como manequim com apenas 11 anos, ajudada pela Agência Prima que viu nela potencial para fazer carreira no mundo da moda. A aposta foi bem-sucedida já que Milla Jovovich foi capa de diversas revistas, tendo a estreia ocorrido na italiana Lei, a que se seguiu uma sessão fotográfica, da autoria do famoso Herb Ritts, exposta em seis páginas de uma publicação francesa. Logo no seu primeiro ano como modelo, fez 15 capas de revista.
A casa norte-americana Calvin Klein foi uma das que apostou desde cedo em Milla, recorrendo a esta manequim para ilustrar diversas campanhas publicitárias. O sucesso como modelo, por um lado, acabou por afastá-la um pouco do cinema, mas, por outro, permitiu-lhe ganhar uma notoriedade que mais tarde lhe viria a abrir portas. Assim, pôde voltar a dedicar-se de novo ao seu amor inicial: a representação. A estreia no cinema aconteceu em 1988, em Two Moon Junction (Corpos Escaldantes, 1988). Depois de algumas aparições em séries televisivas, teve a primeira presença em grandes produções cinematográficas em 1991, com Return to the Blue Lagoon (O Regresso à Lagoa Azul ). De uma já longa carreira na Sétima Arte, destacam-se os filmes Chaplin (1992), de Richard Attenborough, The Fifth Element (O Quinto Elemento, 1997), do realizador francês Luc Besson, onde contracenou com Bruce Willis dando corpo a um ser considerado perfeito, Messenger: the Story of Joan of Arc (Joana d'Arc, 1999), onde representou a heroína francesa do século XV, a comédia Zoolander (2001) onde trabalhou com Ben Stiller e o filme de ação Resident Evil (2002). Do extenso e variado currículo de Milla Jovovich consta também um álbum musical, lançado em 1994, com o nome de The Divine Comedy. Inspirou-se em Pink Floyd, Kate Bush e Cocteau Twins, e aproveitou os estudos de canto e de piano feitos desde tenra idade. O trabalho foi bem recebido pela crítica.
Como referenciar: Milla Jovovich in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-10-17 05:10:11]. Disponível na Internet: