Miltíades

General e político ateniense nascido cerca de 550 e falecido em Atenas em 489 a. C. Representante da família aristocrática dos Filaides, ligada à dos Pisistrátidas, mas também sua perigosa adversária política, foi arconte em 524 a. C. Para o afastar de Atenas, Hípias mandou-o reassumir o controlo do Quersoneso Trácico onde os Filaides (e sobretudo o tio paterno Miltíades, o Velho) tinham criado uma espécie de estado unitário autónomo fundado sobre as tribos locais e as suas colónias de gregos. Inicialmente, agiu, segundo a tradição política dos Filaides na região, sob a influência persa, participando, por exemplo, na expedição de Dário à Cítia (513-512 a. C.). Contudo, quando rebentou a revolta jónica, aderiu ao movimento nacional, libertando-se dessa influência da Pérsia e colonizando Lemno e Imbros. O falhanço desta revolta obrigou-o a regressar a Atenas (493 a. C.) onde foi processado, oficialmente por ter instaurado uma tirania no Quersoneso (na realidade, tinha governado com métodos usados em outras ocasiões pelos tiranos gregos, eliminando a aristocracia local e confiscando as suas propriedades), muito por causa da sua política anti-persiana, adversária de todos os que em Atenas tinham defendido a retirada da guerra jónica. Foi absolvido e veio a ser uma figura importante quando a Pérsia atacou Atenas em 490. Foi sua a tática que permitiu a vitória de Maratona (490 a. C.), apesar de Miltíades, como membro do colégio dos Dez Estrategas, ter assumido o comando alternadamente com os outros nove magistrados. Todavia, Miltíades acabou por se tornar o comandante único. Nomeado chefe da frota em 489 a. C., levou a cabo uma política agressiva contra a Pérsia no Egeu, mas, uma vez falhado o cerco e ataque a Paros, localidade pró-persa, operação que ele concebera, foi de novo processado judicialmente (acusado por Santipo, genro de Clístenes e pai de Péricles), tendo, desta vez, sido condenado. Morreu pouco depois na prisão devido a ferimentos resultantes dos duros combates que travou. Com a sua morte atenuou-se a política agressiva de Atenas contra os Persas.
Como referenciar: Porto Editora – Miltíades na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-19 16:18:30]. Disponível em