mononucleose

A mononucleose (ou monocitose) refere-se ao aumento do número dos elementos de uma classe particular de glóbulo brancos - os monócitos, que podem atingir valores acima dos 12% do total de leucócitos em circulação. Esta elevação surge em resultado de várias infeções, particularmente a do herpesvírus humano 4 ou vírus de Epstein-Barr, que desencadeia uma mononucleose infeciosa.
Esta doença é transmissível, de aparecimento esporádico ou epidémico, podendo originar febre, elevação dos monócitos, amigdalite, adenopatias e esplenomegalia (dilatação do baço), com possibilidade de ocorrência de erupção cutânea.
A infeção dura de uma a várias semanas, sendo o modo de transmissão nem sempre claro, mas, frequentemente, associado à saliva, motivo pelo qual também é conhecida por doença dos noivos ou do beijo prolongado.
Como referenciar: mononucleose in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-26 04:02:24]. Disponível na Internet: