Monumento Megalítico de Cabanas de Viriato

A Orca 1 de Cabanas de Viriato localiza-se no bairro do Gargulão num terreno densamente coberto por vegetação arbórea (pinheiros e eucaliptos) e rasteira (giesta e urze). É possível avistar o monumento da estrada que liga Beijós a sobral de Papízios.
A campanha de limpeza efetuada há uns anos permitiu definir algumas das características que normalmente andam associadas este tipo de monumentos. Trata-se de um tumulus, ou seja, um montículo de pedras e terra que cobre ou cobria todos os dólmenes, situado no período megalítico que se estende por uma ampla baliza cronológica - dos finais do VI milénio ao III milénio a. C.
O tumulus, também conhecido por mamoa, ocuparia uma área de 20 por 16 metros, definida por um contorno ovalado. Encontra-se num estado precário de conservação. Desconhece-se a planta da câmara funerária, que se destinava a depositar os mortos, bem como se o monumento é ou não provido de corredor.
Durante a ação de limpeza foi encontrado algum espólio como fragmentos de cerâmica e de quartzo trabalhados pelo homem.
A função por excelência deste tipo de monumentos é funerária mas muitas vezes acumulavam outras finalidades como lugares culturais ou marcos territoriais na paisagem.
Como referenciar: Monumento Megalítico de Cabanas de Viriato in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-11-15 08:47:10]. Disponível na Internet: